Araioses – 01 a 03 de dezembro

Dezembro 8, 2008

Chegamos no final do dia 1 em Araioses, que fica no Delta do Parnaiba. No primeiro dia de trabalho fomos atras de alguem da prefeitura para nos ajudar com a logistica no municipio. Identificamos que o mais interessante ali seria investigar o tema dos pescadores e catadores de carangueijo, so que para isso precisariamos de nos locomover para as ilhas do Delta com um barco. Para tanto buscamos apoio com a prefeitura, e nos deparamos com a dura realidade da ausencia da administração municipal em tempos de transição. O prefeito em teoria estava em Parnaíba, mas outros nos informaram que estava em casa dormindo. Fomos então atrás do procurador geral do municipio, que nos alertou claramente que em tempos de transição nada é financiado. Após essa perda de tempo, seguimos de carro mesmo para Carnaubeiras, um povoado fundamental para a industria do carangueijo no Nordeste, talvez um dos maiores exportadores de carangueijo do mundo. São 5000 cordas por semana (4 carangueijos por corda) exportadas para outros estados do Brasil, principalmente para o Ceara. Lá pegamos um barco para ir encontrar com os catadores no manguezal. Avistamos homens com roupas de manga longa que cobriam todo o corpo em meio a fumaça e diversos marimbondos. Tudo para evitar as adversidades do local. Apesar das riquezas naturais do local, os catadores nos contaram que muito pouco resultava em melhorias para suas vidas. Eles tinham a plena consciencia de que estavam sendo explorados pela industria do carangueijo. O mesmo carangueijo vendido a 50 centavos em Carnaubeiras chega a custar até 4 reais nas grandes barracas de praia em Fortaleza, em menos de 24 horas. Fizemos a atividade de grupo com os catadores no final do expediente deles, em um bar perto do cais . Voltamos para Araioses com o presente de um dos nossos entrevistados, uma corda de carangueijo. Depois de preparados por nossa mão adotiva de Araioses, fomos dormir cansados por um dia dia cheio de desafios e varias picadas de muriçocas e marimbondos.

Araioses, MA.

Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Atividade em grupo com catadores, Araioses, MA.

Atividade em grupo com catadores, Araioses, MA.

catadores trabalham em Araioses, MA.

catadores trabalham em Araioses, MA.

Atividade em grupo com catadores, Araioses, MA.

Atividade em grupo com catadores, Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Catadores de carangueijo em Araioses, MA.

Araioses, MA.

Araioses, MA.

Araioses, MA.

Araioses, MA.

No dia seguinte arcamos com os custos do barco e fomos para a ilha Canarias. La tivemos que pegar um Jipe para conhecer os povoados da ilha. Nosso motorista tinha mil e uma funções. Além de ter o unico carro da ilha, fazia implantes dentarios, concertava antenas parabolicas, e fazia sandalias de palha para vender em Luiz Correia em tempos turisticos. Paramos em Passarinho, onde fomos abordados por um lider comunitario que não queria nossa presença no local e exigia uma autorização de alguma autoridade para conduzir a pesquisa na reserva ambiental. Despois de “desdobrar” nosso amigo, fizemos um grupo de discussão com as mulheres de Caiçara. Elas nos contaram como as riquezas locais não são aproveitadas, cajus são desperdiçados por falta de saida. Novamente tivemos a companhia dos nossos colegas borrachudos. Para eles nosso repelente era perfume frances, atraiam em vez de repelir.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

Atividade de grupo com mulheres em Caiçara, Araioses/MA.

Atividade de grupo com mulheres em Caiçara, Araioses/MA.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

Araioses, Maranhão.

No caminho de volta para Araioses, entrevistamos um pescador de camarão, com direito a banho de rio e carona de canoa. Como nossas aventuras deixam os carros melhores do que recebemos, marcamos de entregar o carro já na rodoviária, minutos antes de pegarmos o onibus para São Luis. Sorte tivemos que a vistoria é feita com o carro desligado.

Araioses/MA.

Araioses/MA.

Araioses/MA.

Araioses/MA.

Araioses/MA.

Araioses/MA.

Anúncios

9 Respostas to “Araioses – 01 a 03 de dezembro”

  1. Clayton Says:

    Excelentes fotos.
    Fez me recordar os tempos em que por lá vivi.
    Abraços a todos.
    Parabéns pelo trabalho.
    Pena a cidade ser repleta de políticos corruptos.

  2. Flaviane bessa Says:

    Meu nome é Flaviane, sou geógrafa.
    Parabéns pelo trabalho, fiquei muito interessada nas fotos, estou realizando uma pesquisa com os catadores de caranguejo e pretendo realizar uma pequena viagem com eles para Primeira Cruz-Ma, cujo objetivo é documentar suas atividades.
    Pelas fotos que olhei tive idéias interessantes.

  3. walterlina marreiro Says:

    Nosso Município era pra ser mais desenvolvido,acontece que nossa gente ainda não aprendeu a impor condições e nossos administradores tomam as decisões que melhor lhes convêm e o povo só aceita calado

  4. odair josé Says:

    meu amigo sinto muito pela dureza de vosso trabalho, mais não pude fazer nada como voçê mesmo viu estava incapacitado de dialogar com o procurador do nosso municipio sou aquele rapaz que vos atendeu na prefeitura o negocio agora foi que ficou pior se antes estavamos abandonados agora é que estamos mesmo nosso municpio virou uma calamidade só se o governo federal não intervir estaremos numa situação dificl abraços amigos belo trabalho ainda bem contamos de gente como voçês para divulgar nosso municipio

  5. Rodrigo Araujo Says:

    Araioses,é um dos municipios que deveria ser destaque,em um cenário como o do maranhão onde temos o segundo maior litoral,mais pelo contrário nossa cidade que é o portal do Delta das Americas,simplesmente fica esquecida,além das condições miseraveis de vida que se tem,nos não temos uma boa infraestrutura,estradas péssimas,que são abandonadas pelos politicos estaduais,e principalmente pelo governo municipal,ainda mais agora que estamos submetidos a um dos piores governos que se tem noticia!

  6. Sávio Says:

    Olá. Estou aqui para parabenizar-lhe pelo notável trabalho. Sou geógrafo e estou fazendo uma pesquisa sobre Araioses e gostaria de saber da possibilidade de fazer uso de alguma foto de seu acervo. Aguardo contato:
    himotep20@hotmail.com


  7. ola, me chamo Josi.
    como os moradores de araioses fazem pra chegar ate Parnaiba, no piaui? existe travessia de barquinho, como Teresina (PI)-Timon (MA)ou balsa, como fazem?? qual o menor caminho de Araioses ate Parnaiba?
    abraços e parabéns pela virtuosa iniciativa.

  8. branca Says:

    Falar de situaçoes desfavoraveis..ai esta uma situaçao q pede socorro..nao so os catadores..mas o proprio o ambiente de seu trabalho..sensibilizar estes da situaçao q o mantem e as consequencias de suas atitudes..nao é so responsabilidade de politicos mas de atitudes suas..as pessoas tem q se respeitarem e terem noçoes que a vida nao é so o hoje aqui e agora,sendo pobre..ricos ..devemos respeitar o mundo q nos cerca.

  9. paulo machado Says:

    sou advogado nasci na cidade de araioses-ma meu nome e paulo nasci em em barreira sou filho do nego machado algumas pessoas conhecidas que ainda moram la que podem entrar em contato atraves do meu E-mail pode publicar lembro do jose de riba, jonas, paulo tó, titô, zelia, chico luca, agripino, calé, fogoió, jose luiz alipio, hugo souza, daiaine, odair jose, alciomar, jose antonio, muma, nena, lima, alemão e otros entrar em contato atraves do meu E-mail.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: